09/07/2013

Corrupção aumentou no Brasil, afirma Transparência Internacional

"Os líderes políticos ainda têm muito o que fazer para conquistar a confiança" da opinião pública...

Maior pesquisa já realizada pela ONG Transparência Internacional revela que a corrupção aumentou nos últimos dois anos no mundo. No caso do Brasil, os políticos e a polícia são os mais afetados pela corrupção. Três países europeus - Dinamarca, Finlândia e Suíça - são apontados como os menos corruptos.

A Transparência Internacional entrevistou 114 mil pessoas em 107 países sobre corrupção e instituições consideradas mais afetadas por essa prática.

De acordo com a pesquisa publicada, os partidos políticos aparecem como os mais afetados pela corrupção com uma nota de 3,8 de uma escala que vai de 1 ("não corrompível") até 5 ("extremamente corrompível").

Apenas 23% das pessoas interrogadas pela pesquisa acreditam que os esforços de seus governos para combater a corrupção são eficazes, enquanto em 2008 o índice era de 32%.

"Os líderes políticos ainda têm muito o que fazer para conquistar a confiança" da opinião pública, escreveu a Transparência Internacional ao analisar os resultados do relatório. A segunda instituição mais afetada pela corrupção a nível mundial é a polícia, diz a Ong. A imprensa aparece em 9° lugar na opinião dos entrevistados.

Brasil

Segundo a pesquisa, 35% dos brasileiros acreditam que o nível de corrupção no país continua igual nos últimos dois anos e 47% consideram que aumentou.

Em relação à corrupção no setor público, 70% da população acredita que é um problema gravíssimo. A pesquisa da Transparência Internacional revela ainda que 56% dos brasileiros acham que a ação do governo no combate à corrupção é ineficaz.

Outros dados importantes revelados pelo estudo: os partidos políticos são de longe os mais afetados pela corrução no Brasil segundo 81% dos entrevistados. Os deputados e senadores aparecem em segundo lugar entre os mais envolvidos em corrupção com 72%.

Ainda de acordo com a pesquisa, 70% dos brasileiros acreditam que há corrupção na polícia, 55% nos serviços médicos e hospitais e 50% consideram que a justiça também não escapa da corrupção. Por outro lado, 81% dos brasileiros entrevistados pela pesquisa disseram acreditar que pessoas comuns podem ajudar a combater a corrupção.

Segundo a pesquisa da Transparência Internacional, os países mais corruptos são Libéria e Mongólia. Já os países com menos problemas de corrupção de acordo com seus habitantes são Dinamarca, Finlândia e Suíça.

(Redação Mundo R.I)
 

Agenda+

Agenda // Cursos e Eventos

Curso Inteligência Comercial para o Mercado Internacional

Cidade: São Paulo
Data: 08 de outubro de 2016
Horário: 09h00 às 17h00
Inscreva-se

Mais lidas